+55 12 3642 9006

Todos os posts

Brasil apresenta grande potencial do país para geração de energia eólica offshore

O enorme potencial do Brasil para a produção de energia limpa obtida por meio de eólicas offshore, aquelas abastecidas por ventos em alto mar, foi um dos principais temas apresentados e debatidos durante a 27ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima – COP 27, realizada entre 6 e 18 de novembro, em Sharm El-Sheik, no Egito.

O Brasil já se destaca por possuir uma das matrizes mais limpas do mundo, com uma matriz elétrica que atinge hoje 85% de fontes renováveis, contra uma média de 28% do restante do mundo.

A boa notícia é que, devido às condições territoriais e climáticas brasileiras – 3,6 milhões de km² de área, 11 mil quilômetros de litoral e ausência de tempestades ou furacões –, as eólicas offshore representam um campo tão vasto de incremento em nossa matriz que podem inaugurar uma nova era para o país na geração de energia elétrica limpa. Com isso, o Brasil deverá se posicionar como um dos maiores protagonistas no combate ao aquecimento global.

No cenário internacional, os investimentos no setor de energia no Brasil atingiram, entre 2019 e 2021, a cifra de R$ 186 bilhões. Um dos campos beneficiados foi a geração de energia eólica, cuja capacidade no país saltou de 14 gigawatts em 2018 para 22 gigawatts em 2022. Com isso, o Brasil já é o 6º maior país do mundo em capacidade instalada em eólica, atrás apenas da China, Estados Unidos, Alemanha, Índia e Espanha.

Entretanto, isso representa uma fração do potencial que pode ser gerado por meio das eólicas offshore. Estudos apontam que apenas por meio desta fonte de origem renovável o país pode gerar 700 gigawatts de energia.

Um dos exemplos bem-sucedidos no Brasil é o estado do Rio Grande do Norte, que aumentou sua geração de energia eólica em mais de 35% em 2021 em relação à 2020 e passou a ser o estado com a maior produção de energia eólica do Brasil. Atualmente, 89% da energia do estado é produzida por fontes renováveis (somadas hidráulica, eólica, solar e biomassa), segundo dados do Balanço Energético Nacional.

A DBTEC está presente no setor eólico com o fornecimento de balizas aeronáuticas, painéis elétricos para conversão, geração e distribuição de energia e chicotes elétricos até 15kV, atendendo os principais fabricantes de turbinas e geradores eólicos do mundo. Além disso, possui a certificação ISO9001 de Qualidade desde 2010, o que assegura a qualidade e a rastreabilidade dos processos de fabricação dos produtos.

Conte com a Segurança e Confiabilidade DBTEC!

Conteúdo do post

Sumário

Compartilhe

Posts recentes